Divagando...

Divagando...
Bosque da Princesa em Pindamonhangaba - Foto de Maria Teresa de Brum Fheliz Benedito

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Dia da Gentileza - 13 de Novembro


Sejamos leves e transparentes como a rosa.
Quem ama cuida.
Quem cuida é por que ama.
E quem se sente cuidado, cuida mais.
Por que gentileza gera gentileza.
Bem querer gera bem querer.
Amor gera amor e assim por diante.
E como não ser gentil com quem é gentil conosco?
Pensemos nisso e vamos fazer uma corrente de GENTILEZAS, espalhemos esta ideia.
Maria Teresa


quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Saudades

                            Minha roseira
A saudade que sinto dos meus pais, meu avô, meu irmão e de tantas outras pessoas tão queridas... é uma saudade só minha, tão intima e tão dolorida as vezes que parece que vai sufocar e tirar o ar.
Ela é constante e cortante dentro de mim, não me dá trégua, não sai de mim, que às vezes sinto o cheirinho deles perto de mim e quando isso acontece fecho meus olhos para eternizar este momento tão meu tão nosso.
É uma saudade de vida, não de morte, por causa das histórias que vivemos juntos, do caminho que percorremos juntos e sempre estarão vivos em mim.
Que saudades que dá de ouvir a voz, de ouvir meu nome pronunciado por eles, que saudades!
Saudades de ouvir velhas histórias, que só eles sabiam contar e não dá nem para recontar, apenas recordar e que bom que elas estão vivas em minha memória e no coração.
Esta saudade é colorida, por que eles pintaram em minha vida cores inimagináveis, cores que não vejo por aí, vejo apenas nas lembranças doces e suaves que tenho e sinto por eles.
Que saudades, saudades às vezes tão doídas em mim, mas não quero parar de senti-las, pois esta é a forma de mantê-los vivos dentro de mim.
É saudade, é amor e será sempre assim, recheada de amor incondicional e intemporal.
Saudades infintas de vocês meus amadinhos!
               Maria Teresa

quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Dia de todos os Santos

                                                                    
                       Imagem e texto da Web
"Vi uma grande multidão que ninguém podia contar,
de todas as nações, tribos, povos e línguas. Estavam
de pé diante do Trono e diante do Cordeiro, de vestes
brancas e palmas na mão."
A visão narrada por são João Evangelista, no Apocalipse,
fala dos santos aos quais é dedicado o dia de hoje.
A Igreja de Cristo possui muitos santos canonizados
e a quantidade de dias do calendário não permite que
eles sejam homenageados com exclusividade. Além desses,
a Igreja tem, também, muitos outros santos sem nome, que
viveram no mundo silenciosamente e na nulidade, carregando
com dignidade a sua cruz, sem nunca ter duvidado dos
ensinamentos de Jesus.
Enfim, santos são todos os que foram canonizados pela Igreja
ao longo dos séculos e também os que não foram e nem sequer
a Igreja conhece o nome e que nos precederam em vida na terra
perseverando na fé em Cristo.
Portanto, são mesmo multidões e multidões, porque para Deus
não existe maior ou menor santidade. Ele ama todos do mesmo
modo. O que vale é o nosso testemunho de fidelidade e amor na
fé em seu Filho, o Cristo, e que somente Deus conhece.
Como mesmo entre os canonizados muitos santos não têm um
dia exclusivo para sua homenagem, a Igreja reverencia a lembrança
de todos, até os sem nome, numa mesma data.
A celebração começou no século III, na Igreja do Oriente, e ocorria
no dia 13 de maio.
A festa de Todos os Santos ocorreu pela primeira vez em Roma, no
dia 13 de maio de 609, quando o papa Bonifácio IV transformou o
Panteão, templo dedicado a todos os deuses pagãos do Olimpo,
em uma igreja em honra à Virgem Maria e a Todos os Santos.
A mudança do dia começou com o abade inglês Alcuíno de York,
professor de Carlos Magno, perto do ano 800. Os pagãos celtas
entendiam o dia 1o de novembro como um dia de comemoração que
anunciava o início do inverno. Quando eles se convertiam, queriam
continuar com a tradição da festa. Assim, a veneração de Todos os
Santos lembrando os cristãos que morreram em estado de graça foi
instituída no dia 1o de novembro.
O papa Gregório IV, em 835, fixou e estendeu para toda a Igreja a
comemoração em 1o de novembro. Oficialmente, a mudança do dia
da festa de Todos os Santos, de 13 de maio para 1o de novembro,
só foi decretada em 1475, pelo do papa Xisto IV. Mas o importante
é que a solenidade de Todos os Santos enche de sentido a homenagem
de Todos os Finados, que ocorre no dia seguinte".
Texto retirado do site abaixo:

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Fé!

                                                                    Imagem da Web

Fé é lançar-se no coração, nos braços de Deus.
Fé é abandonar-se em Deus, é fazer como a criança quando nos pede alguma coisa, ela não pensa se é possível ou não, ela pede, ela entrega-se no pedido que nos faz.
Quando pedir algo na oração a Deus, creia no resultado do seu pedido.
Deus só não nos diz quando irá nos atender e a hora, mas Ele atende cada pedido, por que só Ele sabe o que é melhor para nós e nos dá exatamente o que nós precisamos.
Deus está de olho na nossa alma.
"Sem fé é impossível agradar a Deus" (Rom. 1,17).
Sem fé só há sofrimento.
A fé é dom de Deus e o exercício melhor para a fé é a oração e boas obras.
Temos que acreditar que tudo está nas mãos de Deus, pois Ele tem o comando de tudo.
Agradecer a graça que vem vindo é sinal de fé.
Quando louvo a Deus eu libero a ação de Deus.
Ter no coração atitude de FÉ, louvando-O.
Se quero uma graça de Deus, devo rezar, louvar e agradecer todos o instantes através de nossas ações.
Rezar, pedir, louvar e agradecer, são sinais de FÉ.
Quanto mais agradecemos, mais Deus nos dá.
Deus fica feliz com nosso agradecimento.
Rezar como criança, com confiança, como docilidade, insistir no amor e Ele nos atenderá.
Crer em Deus é a fórmula para a felicidade em todos os momentos.  Maria Teresa.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

A Primavera está chegando

                                                                 (Nossa roseira)


E com ela nova esperança no coração de todos nós.
Esperança de um mundo melhor, de pessoas trabalhando, estudando, tendo uma cada Boa para morar, comida gostosa na mesa, família unida e depois poder se alegrar com a doce Primavera.
Primavera é luz, é alegria.
Primavera é cor que se espalha pela natureza, vamos então colorir nossa vida e de quem por nós passar.
Primavera é música, por que os pássaros fazem cantoria diante das flores e das frutinhas silvestres.
As borboletas multicoloridas cochicham e por certo nos encantam sempre.
As Joaninhas visitam as flores dando uma beleza ainda maior aos nossos jardins.
Primavera é amor!
E quanto romance se iniciará na doce Primavera!
Infinitos deles se iniciarão com o perfumar da doce Primavera.
Primavera botão em flor, como os botões de rosas que estão se abrindo em nosso jardim, dando as boas vindas a doce e querida Primavera!
Feliz Primavera para todos nós.
Maria Teresa.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Dia da Árvore -21 de Setembro



Onde você está minha querida árvore, não te vejo, não te encontro.
O que fizeram contigo?
Por que foges de mim?
O que fiz para ti, que não a encontro para abrigar-me sob tua sombra?
Plantei muitas de ti ao longo do meu caminhar e ainda e onde tu estás?
E ainda planto muitas de ti e cuido de ti com amor.
Estou sem ar, não consigo respirar, socorre-me querida árvore!
Onde tu estás árvore querida?
Não deixe mais se matar por ninguém, resista, preciso de ti, estou sem ar...estou com sede, não morra por favor!
               Maria Teresa.
(IMAGEM DA WEB)

sábado, 9 de setembro de 2017

Prenúncio da Primavera!

                                                  

                                                  Como tudo é um ciclo 
                                                  na vida e no tempo,  
está findando o inverno 
e com a nova Primavera vem também 
a esperança de realização de velhos sonhos 
e a oportunidade de sonhar sonhos novos 
e quiçá realizar todos eles.
Com a chegada da primavera todos os botões 
desabrocham para a vida!
Vem vindo aí a Primavera, mas enquanto 
ela não vem aproveitemos este instante 
de final de inverno,
que nos faz dormir e sonhar, 
com a linda Primavera.


Maria Teresa

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

7 de Setembro, Dia da Independência do Brasil!!!


Que Independência é essa?
Que Independência é essa ? existem tantos analfabetos?
Que Independência é essa que o tráfico de drogas e armas estão cada vez maiores?
Que Independência é essa que o brasileiro não pode "ir e vir", como assegura a Constituição Brasileira?
Que Independência é essa que  não há trabalho para todo brasileiro?
Que Independência é essa que a saúde está super doente?
Que Independência é essa com a corrupção aflorada
 em todos os setores?
Que Independência é essa onde tem "dois pesos e duas medidas" para julgar alguém, o pobre é julgado de  uma forma e o rico de outra, diante do mesmo crime?
Que independência é essa que temos condenados fora da cadeia?
Como festejar a Independência do Brasil, se me sinto tão prisioneira de valores não verdadeiros de uma sociedade corrupta e manipuladora?  Maria Teresa
                              (IMAGEM DA WEB)

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Reedição: Fé

Fé é lançar-se no coração, nos braços de Deus.
Fé é abandonar-se em Deus, é fazer como a criança quando nos pede alguma coisa, ela não pensa se é possível ou não, ela pede, ela entrega-se no pedido que nos faz.
Quando pedir algo na oração a Deus, creia no resultado do seu pedido.
Deus só não nos diz quando irá nos atender e a hora, mas Ele atende cada pedido, por que só Ele sabe o que é melhor para nós e nos dá exatamente o que nós precisamos.
Deus está de olho na nossa alma.
"Sem fé é impossível agradar a Deus" (Rom. 1,17).
Sem fé só há sofrimento.
A fé é dom de Deus e o exercício melhor para a fé é a oração e boas obras.
Temos que acreditar que tudo está nas mãos de Deus, pois Ele tem o comando de tudo.
Agradecer a graça que vem vindo é sinal de fé.
Quando louvo a Deus eu libero a ação de Deus.
Ter no coração atitude de FÉ, louvando-O.
Se quero uma graça de Deus, devo rezar, louvar e agradecer todos o instantes através de nossas ações.
Rezar, pedir, louvar e agradecer, são sinais de FÉ.
Quanto mais agradecemos, mais Deus nos dá.
Deus fica feliz com nosso agradecimento.
Rezar como criança, com confiança, como docilidade, insistir no amor e Ele nos atenderá.
Crer em Deus é a fórmula para a felicidade em todos os momentos.  Maria Teresa.

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Divagando: Silêncio


Esse silêncio que se faz dentro de mim me faz ouvir o grito mais silencioso do meu ser que só quer gritar e se libertar deste silêncio que emudece a minha voz que saqueia meu sentir,  que quer roubar minha paz.
Esse silêncio ensurdecedor que quer dilacerar meu sorrir e meu cantar emudecendo meus movimentos me deixando inerte,  a deriva de mim.
Esse silêncio que quer enlouquecer meu querer,  meu sentir não me deixando ser e apenas estar.
Silêncio, silêncio, silêncio... Maria Teresa - 2017

domingo, 2 de julho de 2017

Reedição : O sequestro da subjetividade

Sequestro da Subjetividade

É um roubo silencioso que leva de nós geralmente o que de mais belo temos, que é a esperança e o amor próprio,
não por maldade, nem por egoísmo na maioria das vezes, mas por não saber lidar com a felicidade própria e do outro.
Nossa vida é uma constante travessia, estamos sempre indo e vindo, por que assim se dá o aprendizado, assim
se chega à felicidade assim se dá o processo do amor, o movimento é constante por que estamos vivos, mas
infelizmente muitos de nós tem medo deste movimento e sem este movimento ficaremos incompletos.
É preciso nos dispor a “viver” a ser “feliz”a“ fazer feliz” quem de nós se aproximar.
Não podemos viver seqüestrados por nós mesmos e muito menos
deixar que nos seqüestrem ou violentem nossas emoções.
O nosso interior é um terreno fértil para a felicidade ou infelicidade, para realizações profissionais ou não, temos
que ter coragem e disposição para ir e dar vazão a emoção que move este ir e vir.
Tudo que priva o ser humano de administrar sua vida é um sequestro , seja lá qual dimensão tiver ou em que plano for.
Não quero ficar aqui fazendo um tratado de filosofia ou psicologia e muito menos levantar bandeiras de dona da verdade, apenas expor com sinceridade minha simples opinião.
Bom dia!  Maria Teresa de Brum Benedito.

sábado, 10 de junho de 2017

Origem do Dia dos Namorados

Resultado de imagem para IMAGEM DE CASAL DE NAMORADOS SECULO PASSADO
Como surgiu o Dia dos Namorados - A História e a Origem do dia dos namorados

Nesse texto você encontrará as respostas e entenderá um pouco melhor o verdadeiro significado do dia 12 de junho. Segundo a versão mais conhecida. a comemoração teria se originado na Roma antiga, no século III.O padre Valentim lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras acreditando que os solteiros eram melhores combatentes.Além de continuar celebrando casamentos, ele casou-se secretamente, apesar da proibição do imperador. Tendo se recusado a renunciar ao Cristianismo, Valentim foi condenado à morte. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão.Antes de partir, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “Seu Namorado”.Considerado mártir pela Igreja Católica, a data de sua morte - 14 de fevereiro - também marca a véspera de lupercais, festas anuais celebradas na Roma antiga em honra de Juno (deusa da mulher e do matrimônio) e de Pã (deus da natureza). Um dos rituais desse festival era a passeata da fertilidade, em que os sacerdotes caminhavam pela cidade batendo em todas as mulheres com correias de couro de cabra para assegurar a fecundidade.Outra versão diz que no século XVII, ingleses e franceses passaram a celebrar o Dia de São Valentim como a união do Dia dos Namorados. A data foi adotada um século depois nos Estados Unidos, tornando-se o Valantine´s Day. E na Idade Média, dizia-se que o dia 14 de fevereiro era o primeiro dia de acasalamento dos pássaros. Por isso, os namorados da Idade Média usavam esta ocasião para deixar mensagens de amor na soleira da porta da amada.

A história do dia nos namorados no Brasil
No Brasil, é comemorado em 12 de junho a partir de 1949, quando o publicitário João Dória trouxe a ideia do exterior e a apresentou aos comerciantes.Como junho é um mês de vendas baixas, eles decidiram comemorar a data nesse mês e ainda escolheram a véspera de Santo Antônio, o santo casamenteiro como o Dia dos Namorados.A ideia inicial pode ter sido um tanto quanto interesseira, afinal, escolheram o mês de junho por ser um mês fraco de vendas, no entanto seja qual quer que seja a data que se comemora um namoro, uma paixão, um relacionamento a dois, o importante é o amor e o carinho que são demonstrados, compartilhados e vivenciados por um casal.
(TEXTO E IMAGEM DA WEB)


domingo, 4 de junho de 2017

Solenidade de Pentescostes

                                                             Imagem da web

Anúncio do Evangelho (Jo 20,19-23)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor.
19 Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas, por medo dos judeus, as portas do lugar onde os discípulos se encontravam, Jesus entrou e, pondo-se no meio deles, disse: “A paz esteja convosco”. 20 Depois dessas palavras, mostrou-lhes as mãos e o lado. Então os discípulos se alegraram por verem o Senhor.
21 Novamente, Jesus disse: “A paz esteja convosco. Como o Pai me enviou, também eu vos envio”. 22 E, depois de ter dito isso, soprou sobre eles e disse: “Recebei o Espírito Santo. 23 A quem perdoardes os pecados, eles lhes serão perdoados; a quem não os perdoardes, eles lhes serão retidos”.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.
Vamos permitir que o Espírito Santo desça sobre nós e faça de de cada um de nós seu instrumento.
Para que isso aconteça, temos que ser justos, éticos, disciplinados na oração e na ação, por que uma não existe sem a outra, temos também que ser amorosos, ternos, carinhosos, misericordiosos, mansos, humildes, pacificadores, serenos e muito mais.
Vamos tentar ser o amor de Deus para o próximo.
Eu vou tentar ser todos os dias, vou tentar mesmo ser templo do Espírito Santo.
Um abraço fraterno, Maria Teresa

"Pentecostes é uma celebração muito importante do calendário cristão, e comemora a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo. Pentecostes é celebrado 50 dias depois do domingo de Páscoa, e no décimo dia depois do dia da Ascensão.
O termo Pentecostes é de origem grega, e o significado é quinquagésimo, e junto com Natal e Páscoa, é a terceira data mais importante do Ano Litúrgico. No Novo Testamento, Pentecostes é o dia da vinda do Espírito Santo, da chegada de Cristo na Terra, Pentecostes marca o final da festa Páscoa.
Pentecostes celebra a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos e seguidores de Cristo, durante aquela celebração judaica do quinquagésimo dia em Jerusalém, e também é considerado o dia do nascimento da igreja".
                         (texto da Web)

domingo, 28 de maio de 2017

Ascensão do Senhor Mt,28,16-20


Imagem da Web.

"A Ascensão do Senhor vai encerrando o ciclo das grandes celebrações memoriais de nossa fé. O Ressuscitado, Palavra Eterna, retorna ao seio do Pai. Sua humilhação na carne reveste-se agora na exaltação divina. Ele é o Senhor da História, está eternamente à direita do Pai! Celebramos hoje o dia das Comunicações Sociais, instrumentos essenciais para a propagação do Evangelho e o início da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos. O Cristo Glorioso deseja a comunhão de todos os que professam o amor em seu nome". ( Deus Conosco)

"Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos, aleluia! (Mt 28,20)



Paz e Bem!

sábado, 27 de maio de 2017

Que progresso é este?

Que progresso é este que destrói ao invés de restaurar, conservar?
Fico triste cada vez que vejo um patrimônio histórico, sendo demolido para se fazer nada no lugar.
Mesmo que fosse para fazer algo neste lugar, tinha que conservar este patrimônio histórico e aproveitá-lo da melhor maneira possível.
Estão acabando com a memória das cidades, em Taubaté, minha cidade natal e que eu amo apaixonadamente e Pinda que me acolheu tão carinhosamente, estão ficando sem memória histórica.
Quando olhamos para aqueles casarões dentro da nossa memória e o que os olhos hoje veem, dá vontade de chorar.
E o que fizeram no lugar?
Estacionamentos, pastelarias, lotéricas e as vezes estão lá apenas criando matos, cobras e quiçá, jacarés e elefantes, risos, para não chorar.
Muito triste tudo isso.
Como é gostoso quando viajo e encontro patrimônios inteiros em pé conservados e eles por si só já contam a história daquele lugar.
Os olhos marejam de emoção, o coração acelera e a imaginação passeia, por aqueles lugares, matutando, como seriam as pessoas daquele lugar, que sonho tinham, o que pensavam, o que faziam para se divertir, em que trabalhavam...tanta coisa vagueia minha cabeça e minha emoção quando estou nestes lugares.
Quanto recurso estes lugares recebem de volta pela vinda de turistas que gostam destes passeios maravilhosos.
E quanto Taubaté e Pindamonhangaba perderam e ainda perderão pelo descaso com nossa história.
       Maria Teresa.

Mimo de Gracita

Delicadeza de Roberta Maia

Como é bom viver...

Hum, como é bom viver a vida com responsabilidade e alegria!
Mas vida é curta para ser vivida com intolerância, com mau humor e estupidez como tenho visto por ai.
A vida é para ser vivida como se fosse um desabrochar de uma rosa, lentamente. Como o despertar do girassol, que se espreguiça todo até ficar olhando o sol, para melhor aproveitar a sua vida.
Viver a vida como se ela fosse uma sinfonia de pássaros matinais e se prestar atenção ouvirá uma sinfonia diferente a cada amanhecer, é só não ter pressa e ouvir, porque os pássaros estão lá a cada amanhecer.
Viver a vida sem pressa alguma porque a pressa não deixará experimentar o doce sabor que ela oferece a cada dia e olha, ela oferece sabores diferentes e crescedores de se viver.
Viver a vida como se não houvesse noites e só dias e dias de sol.
Então faça da noite do viver o mais lindo dia de sol!!

Arte: Émilie Munier
Autoria: Maria Teresa

Palavras da autora: “...nasci rodeada por livros, boa música, pinturas de quadros (papai tinha um atelier em casa), bordados (mamãe bordava lindamente) e muita religiosidade, caçula de três irmãos homens, temporã de pais na meia idade, fui educada com muito amor e mimo......adoro poesia e deixo o coração ditar e minhas mãos copiarem sobre o papel e ou teclado...amo ler e escrever, gosto muito de brincar com as letras...”

Maria Teresa tem dois Blogs:
Blogs lindos, cheio de declarações de amor( a seu marido) e muita paz!!!
Conheçam!!!

- Minha querida Maria Teresa, sua base familiar refletiu na linda mulher que é, apesar de conhecer apenas virtualmente, sinto sua energia BOA daqui!
Aqui é seu selinho destaque querida, fique à vontade para leva-lo:


Beijinhos Iluminados e Agradecidos!!

11 Comentários:

  1. Ahhhhhh como é bom VIVER!

    Aproveitar cada momento de sorriso nos lábios!

    Ahhhh como é bom VIVER

    Post inspirador Roberta!
    Amei

    :)

    Responder
    Respostas
    1. An@, sorriso nos lábios, adorooooo...!!!
      Beijinhos Iluminados!!!

      Muita Luz!!

  2. Bom dia Roberta, Parabéns a Maria Tereza pela doçura e sensibilidade, viver a vida sem pressa hoje em dia é um desafio que todos nós deveriamos querer vencer! Ótimo dia! Bjoooooss

    Responder
    Respostas
    1. Kellen,os blogs de Maria Teresa são cantinhos onde ela mostra sua paixão pelo marido e a vida!!!

      Lindo Dia!!!

  3. Conheço os blogs da Maria Tereza e são lindos sempre!!beijos às duas! chica

    Responder
    Respostas
    1. Chica, são lindo nê?!AMO DE PAIXÃO!!!
      São muito transparentes...claros!!!

      Beijinhos Iluminados!!!

  4. Querida Roberta, nem sei como fazermos para agradecer, ficamos deveras muito emocionados.
    Ficou linda sua postagem, trouxemos conosco o lindo selo que nos presenteou.
    Agradecemos do fundo do coração e seja sempre muito feliz e abençoada, que sua vida seja repleta de luz e muito amor sempre...beijos nossos no coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria Teresa, obrigada você por ter dado a permissão para que uma de suas obras estivesse aqui no Blog Luz!!!
      Fico imensamente feliz que tenham gostado!

      Beijinhos de Luz no coração do casal!!!
      Bençãos Plenas!!

  5. É isso mesmo, como é bom viver e aproveitar de todas essas coisas maravilhosas que a vida tem para nos oferecer. Ás vezes nem damos conta que estão mesmo pertinho de nós :)
    Linda mensagem, os meus Parabéns à autora!
    Beijiinhos

    Responder
  6. Olá! Tudo diferente e belo por aqui! Adorei as imagens de muita paz...e harmonia e o texto da Maria Tereza perfeito...vou conhecer...
    Parabéns Roberta!
    Bjs e que seu dia seja ótimo, com paz e bons pensamentos!
    CamomilaRosa

    Responder
  7. Olá Roberta,

    Conheço a Maria Tereza. É uma amizade recente, mas já pude constatar a beleza e sensibilidade de sua alma. Seus blogs são excelentes.

    O texto é lindo. Um convite à arte de bem viver.

    A ilustração ficou encantadora com a arte de Émilie Munier. Parabéns pelo bom gosto!

    Beijos.

    Responder